Commodities: veja o que são e para que servem

Você sabe o que significa commodities? Essa é uma palavra de origem inglesa que, em tradução, direta significa mercadoria.

Ou seja, esse é um termo que se refere aos bens, insumos e produtos de origem primária que são comercializados e que consistem em recursos agrícolas, minerais, vegetais, entre outros.

Nesse sentido, commodities são os materiais básicos em nossa vida diária, como frutas, café, milho, ouro, algodão, madeira, petróleo e assim por diante.

Logo, a principal característica das commodities é que é pouco processado, sendo a produção de produtos de maior valor. Ou seja, esse mercado é a sustentação da economia global.

Portanto, dado seu impacto nos preços dos bens de consumo, as commodities também podem oferecer uma proteção contra a inflação, sendo assim ideal para empresas de elaboração de projeto de spda investirem seu capital.

Se você quer saber mais sobre commodities, como funciona esse mercado e quais os principais tipos, continue lendo o artigo.

Entendendo o que são as commodities

Commodities são as matérias-primas utilizadas na produção de bens. Elas também podem ser alimentos básicos, como certos produtos agrícolas e todos os tipos de produtos primários.

Logo, a característica importante de uma commodity é que há pouca ou nenhuma diferenciação nesse bem, seja ele proveniente de um produtor ou outro. Um barril de petróleo ou um saco de trigo são os mesmos em qualquer lugar do mundo, de qualquer produtor.

O mesmo acontece com um distribuidor esquadrias de alumínio ou uma tonelada de minério. A qualidade e as características de um determinado produto de consumo geralmente serão bem diferentes dependendo do produtor.

Alguns exemplos mais conhecidos de commodities são: laranja, açúcar, petróleo, algodão, milho, café, gás natural, trigo e soja. Porém recentemente a definição ficou um pouco mais ampla, abrangendo também produtos financeiros (qualquer moeda) e índices.

Os avanços tecnológicos também levaram à troca de novos tipos de commodities no mercado. Por exemplo, minutos de telefone, celular e internet.

Outro fato importante para se destacar sobre as commodities é que elas podem ser compradas e vendidas como ativos financeiros na bolsa de valores.

Ou seja, existem também mercados de derivativos desenvolvidos que são ideais para uma pequena empresa de tratamento térmico em SP, outros que são ideais para grandes empresas de tecnologias, nos quais é possível comprar contratos de commodities (por exemplo a termo, futuros e opções).

Alguns especialistas acreditam que os investidores devem deter pelo menos parte de um portfólio bem diversificado em commodities, uma vez que não são altamente correlacionados com outros ativos financeiros e podem servir como hedge de inflação.

Portanto, se você tem uma empresa de capachos e quer investir o capital, essa é uma boa ideia para começar diversificando seu portfólio com segurança.

Qual é a relação entre commodities e derivativos?

O mercado atual de commodities é muito dependente de títulos derivativos, como contratos futuros e a prazo (iremos falar mais um pouco deles mais à frente).

É permitida a negociação entre compradores e vendedores, mesmo que a compra seja em grande volume, e tudo isso sem precisar haver um intercâmbio físico dessas mercadorias.

Muitos compradores e vendedores de derivativos de commodities fazem isso para especular sobre os movimentos de preços das commodities e se munirem contra risco e proteção contra inflação.

Tanto pessoas físicas como empresas, como uma empresa de PPP que realiza documento Perfil Ocupacional da Previdência Social podem utilizar esse tipo de estratégia.

Esse documento é um histórico de trabalho do trabalhador que reúne dados, registros ambientais e resultados de monitoramento de todo o período em que trabalhou na empresa em questão.

Características do mercado de commodities

As commodities têm características particulares que o definem e caracterizam sua funcionalidade no mercado. Vamos conhecer as principais:

Relação Inversa

O mercado de commodities tem uma relação inversa com o mercado de ações e títulos. À medida que os preços das commodities sobem, é mais provável que os preços das ações e títulos caiam.

Demanda e oferta

A demanda do mercado de commodities e sua oferta atual influenciam fortemente os preços de diferentes tipos de commodities. Uma demanda crescente com oferta limitada pode aumentar os preços, enquanto uma demanda limitada com oferta mais alta pode resultar em preços reduzidos.

Diversificação

Por sua relação inversa com outras classes de ativos, commodities são produtos em destaque que garantem imensa diversificação de portfólio.

Por isso, ao negociar commodities, os investidores podem garantir um portfólio seguro, mesmo que outras classes de ativos estejam se consolidando ou passando por uma onda baixa.

Proteção ou Hedge contra inflação

O comércio de commodities oferece uma ótima maneira de deslizar pela inflação crescente, pois os preços das principais commodities, como ouro, prata, petróleo bruto e outros do mesmo segmento tendem a subir com o tempo.

Sem dúvida isso permite que os investidores multipliquem sua riqueza, garantindo a multiplicação de seus portfólios a longo prazo.

Corretoras

Existem diversas corretoras que estão incluídas na negociação de commodities oferecendo margens mais baixas em relação a ações e títulos, permitindo que hedgers e especuladores lucrem mais com as flutuações de preços.

Diferentes formas de negociação de commodities

Existem duas maneiras principais pelas quais os comerciantes de commodities podem negociar, sendo elas:

Contrato futuro

É um acordo entre o comprador e o vendedor da mercadoria. Os compradores compram uma quantidade específica de uma mercadoria a um preço predeterminado.

Esse contrato permanece até que o preço da mercadoria comprada tenha subido no momento do vencimento para obter lucro.

Contrato de opções

Um contrato de negociação de opções é geralmente permitido nas principais commodities em que o comerciante tem o direito, mas não a obrigação legal, de comprar ou vender a mercadoria a um preço fixo.

Esse contrato ajuda os investidores, sejam pessoas físicas ou empresas de climatizador para fábricas, por exemplo, a obterem lucro com base nas flutuações de preços sem precisar comprar ou vender commodities.

Tipos de commodities

O mercado de ações é de fato um mercado enorme, e todos os investidores, sejam pessoas físicas ou empresas, estão ali todos os dias comprando e vendendo qualquer que seja a matéria-prima, seja uma empresa de logística ou de serviço de levantamento topográfico.

As commodities estão inseridas também nesse mercado, que é como uma classe de ativos completamente diferente, e na realidade os investidores experientes preferem negociar e obter grandes lucros com a negociação de commodities.

Vale lembrar que o processo de negociação é baseado na inflação de preços, ou seja, eles podem variar a qualquer momento.

Além disso, outro fato é que os investidores podem negociar diferentes tipos de commodities no mercado, e embora existam centenas de commodities para negociar em qualquer uma das bolsas, os tipos mais comuns de commodities são os seguintes:

1. Agrícola

As commodities agrícolas são aquelas como café, milho (importante fonte de alimentos para o gado e humanos), açúcar, soja (cujo óleo é utilizado na fabricação de bolachas, pães, bolos e biscoitos) e trigo (uma das culturas alimentícias mais importantes do mundo).

2. Energia

As commodities de energia incluem petróleo bruto, usado em atividades de transporte e produção de plásticos, gás natural, usado para geração de eletricidade, e gasolina, que abastece caminhões e carros leves.

3. Metais

Os metais incluem ouro (usado na fabricação de joias), prata (também usada para joalheria e muitos outros usos industriais) e cobre (a forma mais utilizada de fiação elétrica).

Como negociar em diferentes tipos de commodities?

De fato é essencial aprender como negociar num geral para negociar commodities, portanto você precisa selecionar uma corretora da bolsa para abrir uma conta de negociação desse tipo de serviço.

Existem várias corretoras no mercado de corretagem no Brasil que oferecem serviços de corretagem em várias categorias de ações, commodities, moedas, derivativos, trader, etc.

Essas corretoras são boas opções, pois oferecem a conveniência de negociar commodities fornecendo flexibilidade de acesso por meio de aplicativos de smartphone, bem como um baseado em navegador.

Você pode negociar preços spot de commodities através do seguinte processo:

Abra uma conta de negociação de commodities em uma corretora confiável. Para isso, você pode pesquisar sobre ela no site do Banco Central. Você pode fazer isso através do aplicativo móvel ou do site direto em um computador.

Escolha um ativo com o mercado de commodities que deseja negociar. Você pode começar a negociar seus contratos de commodities preferidos assim que sua conta estiver ativa.

A negociação de commodities pode ser uma ótima maneira de diversificar seu portfólio e mitigar o risco geral dele.

Independentemente de você ser ou não um especialista, empresário de produção de bancada de inox para laboratório ou um especulador, você pode utilizar a negociação de commodities como forma de fornecer proteção financeira.

Se você quiser mais segurança na abertura de uma conta de negociação de commodities, pode baixar o aplicativo na loja de apps do seu celular, já que eles podem ser muito úteis nesse sentido.
Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

20 − um =